Bem vindo ao
Blog da FULL.

Aprenda, crie e cresça seu negócio na internet.

Encontre conteúdos, dicas, tutoriais e novidades sobre as principais ferramentas Wordpress

O que é o cache do WordPress e por que é importante?

Você está em:

O que é o cache do WordPress e por que é importante?
  1. 1. Guia para iniciantes das funções internas do WordPress
  2. 2. Atualmente lendo: O que é o cache do WordPress e por que é importante?
  3. 3. Como funciona o cache do WordPress?
  4. 4. Como instalar e configurar o cache do WordPress com o WP Super Cache
  5. 5. Como configurar o cache do WordPress com o W3 Total Cache (W3TC)
  6. 6. Revisão do MaxCDN: O Melhor CDN para WordPress?

É bom ver que você leu meu artigo antigo e chato sobre o funcionamento interno do WordPress – parabéns! Espere o que? Você não tem? Não se preocupe, apenas dê uma lida rápida – especialmente a parte em “O que acontece quando alguém visualiza seu blog WordPress?”.

Como o título sugere, vamos aprender o cache do WordPress. Nesta série de postagens, exploraremos cada aspecto do armazenamento em cache, um por um, em detalhes.

  • Por que é importante
  • Como funciona
  • E, finalmente, como implementá-lo.

Por que o cache do WordPress é tão importante?

Cache em poucas palavras

Na faculdade, quando me ensinam um assunto sobre o qual não sei nada, costumo pensar primeiro em suas aplicações, em vez de aprender sobre o assunto. Por exemplo – relações de recorrência. Eles são usados para calcular o enésimo número de uma sequência de números, como a sequência de Fibonacci. Uma vez que entendi sua importância – como as relações de recorrência ajudam a economizar muito tempo precioso de computação – bem, me interessei por ela. Se você quiser saber um pouco sobre as relações de recorrência, está com sorte – vou descrevê-lo brevemente no próximo parágrafo. As pessoas que não querem aprender sobre isso, podem pular – eu não me importaria.

Sequência de Fibonacci

Uma sequência de Fibonacci é simplesmente a adição dos dois números anteriores na sequência. Quase todo mundo com formação em Ciência da Computação sabe do que estou falando – você é obrigado a escrever um programa (em qualquer idioma) para gerar uma sequência de Fibonacci. Se eu começar do 0, a sequência de Fibonacci seria:

0, 1, 1, 2, 3, 5, 8.. até o infinito.

Agora, da sequência acima, se eu perguntasse o 5º número da série, a resposta seria 3. Agora, se eu perguntasse o 500º número, você teria que calcular toda a série até o 500º termo . Para um computador moderno, diabos, seu telefone o calcularia em menos de um segundo. Mas, em termos de processador moderno, isso é muito! Aumente esse número de Fibonacci de 500 para 50.000.000.000 (50 bilhões) e sim – você precisaria de muito mais tempo.

É aqui que entra a relação de recorrência. Aplicando relações de recorrência, derivamos uma fórmula que pode calcular o enésimo termo de Fibonacci. Seja o 5º ou o 50º ou o 50º trilhão de termos de Fibonacci, essa fórmula derivada pode calcular todos eles exatamente na mesma quantidade de tempo, ou seja, um tempo constante. Isso é incrivelmente útil, pois economiza muito tempo precioso de computação e também nos ajuda a calcular a complexidade de um programa.

Então, o que é esse grande barulho sobre o cache do WordPress?

Cordeiro2

O Google adora sites mais rápidos. Todos nós adoramos sites mais rápidos. Um dos principais fatores de classificação SERP (Search Engine Results Page) do Google inclui a velocidade de um site e seu tempo de resposta.

O cache é um fator fundamental para determinar o desempenho geral de um site. Especialmente no WordPress, pois gera páginas HTML dinamicamente – empregando código PHP acoplado a consultas ao banco de dados MySQL. Com protocolos de cache configurados corretamente, seu site WordPress pode ser muito mais rápido. Ele ajuda a evitar redundância e acelera o tempo de carregamento do seu site – de graça! Acelerar seu site WordPress pode ser empregado de 3 maneiras principais:

  1. Use servidores clusterizados de ponta e incrivelmente poderosos
  2. Use uma rede de entrega de conteúdo (CDN)
  3. Configurar o cache do WordPress

Os dois primeiros pontos podem ser (muito) caros e geralmente dependem do número de visitantes que um site possui. No entanto, o cache do WordPress pode ser usado (e deve ser usado) mesmo nos menores sites. É interessante saber que o maior nome em WordPress Managed Hosting – WPEngine usa sua própria tecnologia de cache proprietária personalizada chamada EverCache, que combina todas as três principais formas de cache – página, banco de dados e cache de objetos.

O que é o Cache do WordPress?

Se você leu meu artigo anterior , saberá o número de coisas que acontecem sempre que alguém visita seu site. Aqui está uma imagem para refrescar sua memória:

Funcionamento interno do WordPress

E se essas páginas da Web geradas dinamicamente fossem salvas no disco rígido ou na memória (RAM) do servidor e servidas a partir daí, toda vez que alguém solicitasse a página? Seja uma ou 1000 pessoas, essa mesma página seria enviada! Isso economizaria muitas consultas de banco de dados, execução de código PHP, economizando assim o fator mais importante – tempo de computação precioso. Seria muito, muito rápido.

Este é o cache do WordPress. Reutilização de dados gerados anteriormente (ou solicitações como consultas de banco de dados) para acelerar novas solicitações subsequentes.

Mas espere, e se alguém comentar ou atualizar uma postagem ou publicar uma nova? Essas páginas HTML geradas anteriormente não conterão os dados incorretos/desatualizados? Você está certo, absolutamente seria! Assim, temos algo chamado:

Limpando o cache

Limpar o cache significa essencialmente refazer o cache de todos os dados armazenados em cache anteriormente. Isso significa que os antigos são excluídos e os novos são criados ou regenerados. Isso normalmente ocorre com base em vários protocolos – alguns dos quais incluem:

  • Quando um comentário é publicado
  • Quando um novo post é publicado
  • Quando um post antigo é atualizado

O núcleo do WordPress e os plugins de cache sabem quando limpar o cache para que dados antigos e irrelevantes não sejam fornecidos ao visitante.


Este tópico abrange os dois fatores que acho importante entender antes de começarmos a aprender o cache do WordPress. Agora que você tem uma compreensão sólida dos dois, é hora de aprender como funciona o cache.

Benefícios do cache do WordPress

Para concluir este capítulo, vamos dar uma olhada em alguns dos benefícios que o cache tem a oferecer:

  • Acelere seu site gratuitamente
  • Melhorando assim as classificações do Google e de outros mecanismos de pesquisa
  • Economize uma quantidade substancial do consumo de recursos do servidor – muito útil para pessoas que hospedam seu site em servidores de hospedagem compartilhada

Quais são seus pensamentos sobre o cache do WordPress? Você tem algo a acrescentar à sua lista de benefícios? Deixe-nos saber na seção de comentários abaixo!

Aprenda com a FULL.

Junte-se a mais de 50 mil pessoas que recebem em primeira mão as principais ferramentas e tecnologia para desenvolvimento web

O meu carrinho
🎁 Faltam 300,00 para liberar o Cupom Secreto
O seu carrinho está vazio.

Parece que ainda não tomou uma decisão.